Um grupo de professores de história e gestores de escolas públicas de Belo Jardim, receberam nesta tarde a importante missão de proporcionar uma experiência única de ampliação da visão de mundo através do estudo de história, mais especificamente, a colonização do Brasil pelo Portugueses aos estudantes do 8º ano de escolas estaduais e municipais de Belo Jardim. É que, mais uma vez, o Instituto Conceição Moura e a Origem Produções levarão alunos do oitavo ano do ensino fundamental II e professores da rede pública de ensino para um intercâmbio cultural em Lisboa, Portugal, através do Projeto Era uma vez… Brasil.

Será a quarta vez que o projeto acontece em Belo Jardim e nesta primeira etapa, estão abertas as inscrições para professores de História e estudantes do 8º ano participarem de uma formação e produção de HQs (Histórias em Quadrinho). As inscrições podem ser feita pelo site: http://www.eraumavezbrasil.com.br/ e só podem participar professores de história da rede pública de ensino e estudantes do 8º ano do ensino fundamental II, os professores tem até dia 30/03 e os estudantes até 30/04 para realizar a sua inscrição.

Na segunda etapa, 100 adolescentes participam do campus de Belo Jardim durante sete dias, em período integral, com oficinas culturais de teatro, música, audiovisual, capoeira e HQs. Essa etapa é decisiva para a seleção dos estudantes que seguirão para a etapa final do projeto. Em novembro, acontece a última e tão esperada etapa: a viagem de 10 dias para Portugal com os alunos selecionados, quando os estudantes terão a oportunidade de percorrer os caminhos da corte portuguesa antes da chegada ao Brasil em um intercâmbio cultural em Lisboa.

O projeto é um programa de atividades que colaboram com o desenvolvimento da cultura nacional e promove o enriquecimento dos alunos envolvidos por meio do contato com diferentes linguagens artístico-culturais, tendo como base o livro 1808, do escritor e jornalista Laurentino Gomes, parceiro do projeto na qual já acompanhou os jovens em 2016 e 2017 na viagem a Portugal. Mas, muito além de proporcionar uma viagem inesquecível, o projeto estimula os estudantes a compreender a história do Brasil e refletir sobre o cenário atual. O grande prêmio, na verdade, é o de despertar o lado crítico desses adolescentes para que entendam a sua própria história e passem a ver o seu país sob outra perspectiva, é uma possibilidade dos alunos ampliarem a visão sobre os acontecimentos atuais, baseado no olhar histórico.

“É emocionante participar desse projeto e observar esses jovens, alunos de escolas públicas, tendo a oportunidade de conhecer diversos monumentos e ter aula enquanto fazem turismo. O ‘Era Uma Vez… Brasil’ tem um importante significado social e acredito que nenhum dos estudantes vai voltar para casa da mesma forma. É importante que eles assumam a responsabilidade de mudar e transformar suas famílias, a comunidade onde vivem, o município. O Brasil precisa muito disso”, destaca o escritor Laurentino Gomes.

O Instituto Conceição Moura se manteve no Projeto Era Uma Vez Brasil no município de Belo Jardim por reconhecer no projeto uma oportunidade de contribuir para a formação cidadã de meninos e meninas do município. Por meio do uso de novas tecnologias educacionais, história em quadrinhos, vídeos e curtas, teatro, dança e música, o projeto aborda a história da vinda da Família Real Portuguesa ao Brasil, de forma criativa e lúdica. Com isso, envolve os professores de história, que por sua vez mobilizam e incentivam os alunos e alunas a desenvolverem a criatividade, a escrita, o desenho e o pensamento crítico.

Além dessas capacidades, a Etapa Campus promove a oportunidade de meninos e meninas desenvolverem a auto responsabilidade e a convivência em grupo, essenciais na formação de jovens cidadãos. Os jovens participantes declaram que a experiência vivida ao longo do projeto ajudou a melhorar a forma de se relacionarem com a família, professores e amigos, assim como o reconhecimento de que eles podem sonhar e realizar seus sonhos, tendo dedicação e coragem para vencer os desafios. O Instituto Conceição Moura e a Baterias Moura estão juntos com a Origem no propósito de promover oportunidades de transformação social para alunos e alunas de Belo Jardim.