arte e cultura

O Instituto Conceição Moura fomenta iniciativas que tenham como princípio a valorização da arte e da cultura. Nesse cenário, investe no reconhecimento dos talentos locais e no incentivo ao trabalho realizado por eles, assim como no desenvolvimento de novos artistas nos segmentos da música, artesanato e cinema. Além disso, o Instituto Conceição Moura também apoia a organização e o aprimoramento da gestão dos negócios de artesãos e outros empreendedores culturais, que optam por trabalhar de forma associativa.

Conheça as nossas linhas de ação em Arte e Cultura:

  1. Artesanato – O Centro de Artesanato reúne as ações voltadas à produção, comercialização e gestão do artesanato;
  2. Cinema, Teatro e Dança – O Cine Teatro Cultura é palco para eventos culturais;
  3. Música – Valorização da vocação musical do município.

Artesanato

Comercialização

O Centro de Artesanato Tareco & Mariola é um espaço de exibição e comercialização dos produtos artesanais da região. Também por meio do suporte do Instituto, o artesanato de Belo Jardim participa sistematicamente de feiras e eventos de comercialização, sendo conhecido dentro e fora do Estado de Pernambuco.

Associativismo

Além da gestão e manutenção do Centro de Artesanato, o Instituto apoia os artesãos no aprimoramento da gestão de seus negócios, do design dos produtos e da comercialização, em parceria com o Sebrae. Ainda como parte dessa cooperação, o Instituto Conceição Moura auxilia na organização de 20 artesãos em associação.

Centro de Artesanato - Tareco e Mariola Contato: (81) 3726-1419 Conheça alguns artesãos

Cinema e Teatro

O Cine Teatro Cultura, localizado na área central de Belo Jardim, é palco de espetáculos de música, dança e teatro, além de exibição de filmes. O espaço funciona em parceria com a Prefeitura Municipal, o SESC e outras organizações privadas que apoiam a cultura.

Em 2015, a cidade ganhou seu primeiro festival de cinema: o Cine Jardim. Durante quatro dias, foram exibidos longas, curtas-metragens e documentários. A programação cultural foi enriquecida com oficinas de formação de produtores de vídeo e de filmes de animação, bem como apresentação de grupo de música local.

Ao todo, três mil pessoas participaram do evento, entre crianças e adolescentes da rede municipal de ensino, jovens e adultos da cidade e de outras cidades vizinhas. O projeto contou com o apoio da Lei Rouanet, da Secretaria de Cultura Municipal e da Empresa Baterias Moura.

Cine Teatro Belo Jardim

Música e outras expressões artísticas

O Instituto mantém a Escola de Música Flor de Mandacaru com o objetivo de cultivar e fortalecer a tradição musical do município. São oferecidas aulas de canto, com a participação de funcionários das empresas Moura, profissionais de outras áreas e alunos do curso de Licenciatura em Música do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), que juntos formam um Coral. Também são realizadas aulas de flauta doce para os alunos de escolas municipais, numa parceria com a Secretaria de Educação. Com isso, o Instituto Conceição Moura investe na formação musical de crianças e jovens, estimulando a expressão artística como parte do processo educativo.

Com os objetivos de diversificar a programação cultural e incentivar a formação musical, o Instituto Conceição Moura promoveu, em 2015, dois eventos musicais já consagrados, mas que não tinham sido realizados em Belo Jardim: Virtuosi, sob a coordenação do Maestro Rafael Garcia, e o Festival de Música No Ar Coquetel Molotov, com oficinas sobre produção, gravação em casa e marketing para quem trabalha com a música ou em se encontra em formação. O sucesso dos dois eventos levou o Instituto Conceição Moura a mantê-los na programação cultural anual. Os dois eventos foram realizados pelo Instituto Conceição Moura via a Lei Rouanet, com o patrocínio da Acumuladores Moura.

Em 2016, o Instituto Conceição Moura quer ir além promovendo um programa de residência artística em Belo Jardim para nomes de outras localidades. O conceito é que esses artistas possam vivenciar a experiência na cidade, produzindo, oferecendo oficinas e proporcionando trocas culturais que possam ampliar as referências e contribuir, em diferentes aspectos, com as produções dos artistas e agentes locais.

Flor do Mandacaru